Banner
DiviNews Cidade Cultura

Cidade - Notícias I

AUDIÊNCIA PÚBLICA DE COMERCIO ILEGAL: Governo transfere responsabilidade de gestão para uma “Comissão”

AUDIÊNCIA PÚBLICA DE COMERCIO ILEGAL: Governo transfere responsabilidade de gestão para uma “Comissão”  Na Audiência Pública que ocorreu na noite desta última quinta-feira (22), que ia tentar resolver os problemas do comércio ilegal nas calçadas do centro de Divinópolis, que causam problemas de acessibilidade, e econômico para os lojistas estabelecidos, depois de inúmeros pronunciamentos de diversas autoridades ligadas à segurança pública do município, e de líderes de entidades de classes empresariais, além de alguns vereadores entre eles o presidente da Câmara, Adair Otaviano, ambulantes e cidadãos, o Assessor Especial de Governo, Djalma Guimarães, representando o Prefeito Galileu Teixeira Machado, após sinalizar em sua primeira intervenção, de que poderia haver uma decisão resolutiva. Ao final da reunião, decepcionou os presentes ao dizer que a atual administração assumiu há apenas 6 meses, e a sociedade está querendo que os problemas acumulados ao longo de 8 (oito) anos sejam resolvidos de uma hora para a outra, pedindo mais tempo para uma solução do problema. E quando pressionado, sugeriu que a resolução dos problemas do comercio ilegal, que é de responsabilidade do Executivo, fosse tomada por uma comissão já existente, composta pelos próprio convidados, CDL, ACID, FIEMG, ADEFOM, POLICIA MILITAR, CORPO DE BOMBEIROS, SETTRANS, SINDICATO DOS CONTABILISTAS, POLICIA CIVIL, SINCOMÉRCIO, ACASP, SEPLAM, SECRETARIA DE ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, ASSOCIAÇÃO DOS AMBULANTES, PITAGORAS E COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA (nomes fornecidos pelo vereador Renato Ferreira, provocador da reunião) – Djalma Guimarães, inicialmente, em sua fala, sinalizou que o Governo formaria uma comissão, para que fosse dado um prazo, como uma data limite aos ambulantes/toureiros, para que os mesmos se retirassem das calçadas, e que a partir de então, haveria a fiscalização – Porém, ao final da reunião, ao ser cobrado sobre a constituição da comissão, e que prazo seria esse. O Assessor Especial do Prefeito, não soube dar o fechamento que era esperado, e transferiu a responsabilidade para a suposta comissão já existente. A frustração foi generalizada: “Minha gente! Estamos ouvindo tudo isso que foi falado aí, só que não tem nem 6 meses que nós estamos na Prefeitura, e já teríamos que dar conta de todos esses problemas que nós encontramos?”, afirmou Djalma, diante de uma plateia, que discordou dele, dizendo que sim, o Governo tem que resolver o problema. Então, ele disse: “Então vamos fazer mágica, por que é a realidade, uma Prefeitura sem dinheiro, sem nada. É muito difícil. Houve promessa, e eu acredito que até o final do mandato, nós vamos ter condições de fazer alguma coisa” – Quando Djalma foi cobrado para montar a Comissão, ele afirmou que a Comissão poderia ser formada no momento da Audiência Pública: “Podemos formar essa comissão agora, alguém que seja responsável, que vá e converse com eles (ambulantes/toureiros). Essa é a posição do Executivo, primeiro conversar e depois tomar as providencias. Essa Comissão não vai ser formada pelo Executivo e sim por nós que estamos nesta Audiência Pública. Essa Comissão pode ser formada aqui, agora, de pessoas que tem a capacidade de ir lá e conversar com eles - O resumo da ópera/audiência, é que nada ficou concretamente definido, pelo menos a curto prazo – A presidente da CDL, Alexandra Galvão Barros, finalizando a reunião, conclamou que a Comissão seja assertiva, marcando datas e prazos para que o problema seja resolvido e que o assessor, Djalma Guimarães, representando o Governo também participe da Comissão. 

Atualizado ( Sáb, 24 de Junho de 2017 11:29 )

Leia mais...
 

Comerciantes e transeuntes reclamam veementemente de camelôs nas calçadas de Divinópolis e Secretarias não se entendem

Comerciantes e transeuntes reclamam veementemente de camelôs nas calçadas de Divinópolis e Secretarias não se entendem A situação das calçadas no Centro de Divinópolis, principalmente na Avenida Primeiro de Junho, nos trechos, da Rua São Paulo até a Rua Goiás, e na Própria Rua Goiás, da Avenida Primeiro de Junho, até a Rua Sete de Setembro, é alvo de muitas rec...

Atualizado ( Ter, 20 de Junho de 2017 23:10 )

Leia mais...

Prefeitura de Divinópolis apresenta certidões negativas de Fausto Barros, de não transitado em Julgado; Porém, uma delas consta condenação

Prefeitura de Divinópolis apresenta certidões negativas de Fausto Barros, de não transitado em Julgado; Porém, uma delas consta condenação  Após uma série de entrevistas que Fausto Barros, assessor especial do prefeito Galileu Machado, concedeu para alguns meios de comunicação, e depois de pagar uma fiança de R$ 10 mil reais para ser liberado em consequência da sua prisão por posse ile...

Atualizado ( Sex, 16 de Junho de 2017 20:31 )

Leia mais...

FAUSTO BARROS, assessor especial de Gabinete do Prefeito Galileu Machado é preso por posse ilegal de arma de fogo

FAUSTO BARROS, assessor especial de Gabinete do Prefeito Galileu Machado é preso por posse ilegal de arma de fogo Segundo as primeiras informações, já confirmadas. A Policia e o Ministério Público cumpriram na tarde desta terça-feira (13) um mandado de busca e apreensão na Prefeitura de Divinópolis, com o objetivo de apreensão de documentos do assessor espec...

Atualizado ( Qua, 14 de Junho de 2017 11:01 )

Leia mais...

Sindicato Rural paga taxa de ISSQN com previsão de faturamento de R$ 2 milhões de reais na Divinaexpo

Sindicato Rural paga taxa de ISSQN com previsão de faturamento de R$ 2 milhões de reais na Divinaexpo O Divinews obteve a informação, através de uma fonte, que claro não quis se identificar, e dentro da Lei de Transparência, já solicitamos informações a Prefeitura de Divinópolis, sobre a confirmação do valor de R$ 70 mil reais pagos pelo Sindic...

Atualizado ( Seg, 12 de Junho de 2017 19:30 )

Leia mais...
JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

EVENTOS